quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Tico requer comissão de estudos para resolver problema de atrasos nos ônibus


Fiscalizar o cumprimento de horários e itinerários das permissionárias do serviço de transporte coletivo urbano. Esse foi o requerimento que o vereador Tico Costa (SDD) protocolou junto à Mesa da Câmara Municipal na sessão da última quarta-feira. Com onze assinaturas de parlamentares, a comissão especial de estudos será composta por três membros e presidida por Costa. “O que se vê hoje no transporte coletivo é que há um desrespeito sistemático à população. Eu mesmo pude ver quatro ônibus da linha 3.49, da Vila Formosa, parados no ponto final com a desculpa de que os motoristas estavam em horário de almoço. O problema é que deixam a linha sem carros e depois saem dois de uma vez só. Um vai cheio e o outro vazio, alterando a rota”, diz o vereador.
Para Tico Costa, o descumprimento de horário na linha é uma reclamação constante dos usuários do sistema que entram em contato com o seu gabinete. Segundo o vereador do Solidariedade, esse problema pode ser solucionado se houver efetivamente a instalação de aparelhos GPS nos veículos, com o controle da Emdec sobre a circulação dos ônibus. “Minha intenção, com essa comissão, é buscar saídas rápidas para o problema. Não dá para esperarmos as soluções definitivas, por que essas podem demorar. Até lá, o que precisa é se evitar o transtorno diário da população”, afirmou Costa. A instalação da Comissão será votada em plenário na sessão da próxima quarta-feira.
Foto: Lucas Leite/Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas 

sábado, 20 de setembro de 2014

Reunião do Tico com a população da Região Sul reúne mais de 100 moradores.

 
 
 
 
O vereador Tico Costa se encontrou hoje com moradores da Região Sul de Campinas, em mais uma prestação de contas à população. E ninguém melhor do que ele para falar desse ato. "Pude apresentar os dois candidatos que eu apoio nas eleições de 5 de outubro: Dário Saadi para estadual e Luiz Lauro Filho para federal. Em ambos, deposito as minhas esperanças por um São Paulo e um Brasil melhores. Mas, quanto ao encontro com os moradores da região Sul, foi importante ver a participação de mais de 100 pessoas. E isso num sábado chuvoso. As obras que relatei e que foram obtidas no nosso mandato, junto ao prefeito Jonas Donizette. E o importante é que, ao relatá-las, pude falar daquilo por que tenho lutado desde o primeiro dia de meu mandato: para que a minha região, onde nasci, possa melhorar, assim como toda Campinas, para a qual também trabalho. Por que antes das obras realizadas, ninguém se mobiliza para obtê-las. Mas quando elas estão prontas, outros políticos vendem a falsa verdade de que foram eles que pediram. São os políticos paraquedistas, que caem do céu sobre a conquista de outros. Nunca farei isso, por que trabalho 24 horas para honrar cada voto que obtive não apenas com o trabalho árduo, mas com dignidade e honestidade", disse Tico.
Abaixo, algumas da obras obtidas pelo vereador para a Região Sul: 
* Extensão da Avenida Joaquim Payolla com Avenida Estados Unidos, no Jardim Nova Europa.
* Duas praças na Vila Georgina, com campo de futebol.
* Ligação de água na parte interna na Casa de Cultura Fazenda Roseira.
* Revitalização da Praça Dorival Daniel Waeteg, na Vila Formosa, cujas obras têm início na próxima semana.
* Reforma completa da Praça Aldo Focesi, no Jardim São Pedro.
* Limpeza em toda a extensão do Córrego Samambaia, do Jardim Centenário até o Jardim Samambaia.
* Reforma do Centro de Saúde do Jardim São Vicente.
* Reforma da Praça do Parque da Figueira (Matilde Orsoli Chiodeto).
* Reforma da Praça do Jardim dos Oliveiras.
* Reforma da Praça Ervália, na Vila Formosa.
* Retorno do Plantão do 5º Distrito Policial.
* Sinalização, colocação de placas e rotatória no cruzamento da Avenida Engenheiro Ciro Lustosa e ruas Artur Queiróz Guimarães e Amélia Rezende Martins, na Vila Progresso.
* Reforma da Praça do Jardim Interlagos.
* Desafetação do Posto e Saúde do Jardim Esmeraldina, o que permitirá que ele receba verbas para reforma e ampliação.
* Passagem de pedestres do lado da Escola Júlio de Mesquita Filho, na Vila Formosa.
* Estacionamento ao lado da Fundação Casa do Jardim São Vicente, que liberou a via de acesso à unidade.
* Futuro recapeamento da Avenida Adhemar Pereira de Barros.
* Futura lombada na Rua Paulino Santana, próximo à igreja.
* Sinalização semafórica na Avenida Engenheiro Francisco de Paula Souza, defronte à TV Bandeirantes.
* Passarela de concreto ao lado do Posto de Saúde do Jardim São Vicente.
* Sinalização entre os prédios da Rua Antonio Marques Serra, no Jardim Von Zuben.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Na TV Câmara, homenagem de Cidadão Campineiro

Abaixo, o link que mostra a homenagem de Cidadão Campineiro recebida pelo médico carioca Francisco Américo Fernandes Neto.
Vídeo de homenagem de Cidadão Campineiro

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Tico se reúne com técnicos da Emdec para tentar resolver problema de escola na Vila Cura D'Ars




O vereador Tico Costa se reuniu hoje com técnicos da Emdec e representantes dos pais e professores da EMEF Francisco Ponzio Sobrinho, na Vila Cura D'Ars. Ele foi buscar soluções para a travessia dos alunos, principalmente entre as ruas Macaraí e Abolição. Atualmente há o problema que, além da travessia normal na entrada e saída do horário escolar, alunos têm que fazer aulas de Educação Física num clube próximo e são obrigados a atravessar a Rua da Abolição. Os técnicos da Emdec ficaram de fazer um estudo ampliado sobre a questão (existe um executado anteriormente) e dar uma solução, em resposta à minha indicação, para o caso. Mas, desde já, a proposta é de revitalização da pintura de solo, colocar uma bateria de tachões (obstáculos) no asfalto em locais estratégicos e a possibilidade da instalação de um semáforo com botoeira. Pensa-se também em alteração da mão de um trecho da Rua Macaraí e a criação de um canteiro no meio de um trecho da Abolição. Mas, além disso que foi proposto pelos técnicos da Emdec, Tico vai oficializar um pedido junto ao órgão para que indique um fiscal de trânsito (amarelinho) para ficar próximo à escola nos horários de maior pico. Assim, crê o vereador do Solidariedade, que o risco que hoje correm as crianças de sofrerem um atropelamento terá uma redução.

Abaixo, link do discurso do Tico Costa, na sessão da última segunda-feira (15/9), sobre o problema do atraso de linhas de ônibus na Região Sul

Tico fala dos ônibus com atraso

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Após reunião presidida pelo Tico, Secretaria Municipal de Segurança decide fechar cerco a pancadões e bailes funk

A Secretaria Municipal de Segurança decidiu fechar o cerco a pancadões e bailes funk realizados em chácaras na periferia da cidade como uma das formas de conter a onda de depredações a ônibus em Campinas. Em audiência na Comissão de Segurança da Câmara Municipal, o secretário de segurança, Luiz Augusto Baggio disse que entre o final de agosto e o início de setembro, foram vistoriadas pelo menos quatro desses imóveis que costumam abrigar festas abertas e que atraem um grande número de pessoas. Segundo ele, a maior parte dos atos de vandalismo acontece depois dessas festas, em geral nos finais de semana, no final da madrugada.
De acordo com a Transurc – a associação das empresas permissionárias do transporte coletivo – foram pelo menos 82 casos registrados até agosto deste ano. Há diversos casos de ônibus incendiados ou apedrejados e vários episódios de ferimento em motoristas, cobradores e passageiros. A média de coletivos danificados é de um a cada três dias e o prejuízo já ultrapassa R$ 1 milhão.
Baggio revelou que a secretaria pretende frear as depredações, aplicando sobre os proprietários desses imóveis, uma legislação que não diz respeito diretamente aos atos de vandalismo. “Nós verificamos se ele tem alvará para realização de eventos de grande porte; se possuem licença de funcionamento expedida pelo Corpo de Bombeiros, se tem autorização para oferecer bebidas ou se há menores nestas festas onde há venda de bebida alcoólica”, diz. “Se estiver irregular em quaisquer desses itens, estamos interditando”, afirmou.
Segundo o Oficial de Operações do 47º Batalhão da Polícia Militar, capitão Fernando Faccionato, a corporação identificou três pontos considerados críticos na cidade: os corredores formados pela Estrada do Mão Branca, no Satélite iris, até o Terminal Ouro Verde; o corredor da Av. Ruy Rodrigues entre o Terminal Ouro Verde e o Terminal do Vida Nova e, o corredor da John Boyd Dunlop até o Terminal Campo Grande.
SEM ESCOLTA
O secretário de Transportes, José Barreiro, descartou a possibilidade de solicitar escolta aos ônibus, mas garantiu que o patrulhamento está sendo reforçado nessas áreas.
A inspetora de tráfego da VB, Patricia Moraes, disse que a empresa sofreu 41 ataques apenas este ano. “Tivemos casos de oito apedrejamentos em apenas um dia, além de quatro carros incendiados no Vida Nova”, contou ela. De acordo com a funcionária da empresa – que possui cerca de 300 carros em circulação em 50 linhas e que atende perto de 170 mil passageiros - os casos são frequentes também em bairros como a Vila União, Campos Elíseos e em toda a região do Ouro Verde.
Presidente da Comissão de Segurança, o vereador Tico Costa pediu a adoção de medidas conjuntas entre os órgãos. Segundo ele, apenas com a união de esforços será possível acabar com essa ação de destruição que afeta o usuário do transporte urbano. "Não podemos deixar que jovens ajam como marginais e prejudiquem aqueles que vão usar os ônibus no dia seguinte", disse Tico.
Já o vereador Jorge Schneider apelou pela criação de um banco dados exclusivo para esse fim. “Em Campinas esse tipo de gente não pode se criar. A cidade não pode aceitar passiva esse tipo de comportamento”, afirmou. A Comissão de Segurança é formada ainda pelos vereadores Elias Azevedo, André von Zuben e Carlão do PT.
Texto e fotos: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Campinas

Encontro de hoje para discutir vandalismo contra o transporte público repercute na imprensa

JORNAL METRO CAMPINAS

COLUNA XEQUE-MATE (CORREIO POPULAR)

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Comissão presidida pelo Tico realiza reunião para discutir o vandalismo contra o transporte público urbano

Uma realidade que teve um aumento assustador de 216,6% de 2013 para este ano: a depredação de ônibus urbanos no município, de acordo com dados da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano (Transurc). Até o dia 31 de agosto, 82 veículos haviam sido atingidos por vândalos. E os casos acontecem principalmente nos finais de semana, quando há menos carros em circulação. Diante desse quadro, a Comissão para os Assuntos de Segurança Pública, presidida pelo vereador Tico Costa (SDD), realiza na próxima quarta-feira (10/9) a sua reunião mensal para analisar e buscar soluções para o problema. A média de coletivos danificados é de um caso a cada três dias.
Segundo a Transurc, as regiões mais afetadas com as ações criminosas são a do Campo Grande, Ouro Verde e Parque Oziel. Isso gerou só estre ano, para as concessionárias do transporte coletivo, prejuízos superiores a R$ 1,1 milhão, valor que poderia recompor com quatro ônibus novos a frota do município. No último final de semana de agosto, por exemplo, quatro coletivos foram alvos de grupos, geralmente de jovens, que destroem as câmeras de segurança internas, janelas e bancos de passageiros. Muitas vezes os veículos são apedrejados.

“Esse é um problema que tem de acabar. Os grupos que agem assim, seja por revolta ou ordens externas, esquece que a população da sua região acaba sendo a principal atingida com o vandalismo. São os moradores de bairros mais carentes e que dependem dos ônibus para se locomoverem que sofrem no dia seguinte para chegar no trabalho”, afirmou Tico Costa. Foram convidados para a reunião, que começará às 13h30 e será realizada na Sala Sylvia Paschoal (Plenarinho), representantes da Transurc, da Emdec/Secretaria de Transportes, polícias Militar e Civil e da Guarda Municipal. “É importante que busquemos saídas para que esse problema possa ser minimizado”, enfatiza o vereador do Solidariedade.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Praça do Parque da Figueira vai ganhar várias melhorias, a pedido do Tico

 
 

O nome do local é Praça do Parque da Figueira, mas ela atende a quem mora nos bairros Parque da Figueira I e II, Jardim Nova Europa e Vila Campos Sales. Por isso o vereador Tico Costa pediu ao prefeito Jonas Donizette melhorias para a área. E as obras já começaram. Desde o final de julho, a AR-8 (Administração Regional) está arregaçando as mangas e a reurbanização vai de vento em popa, a cada dia.
A área, de 80 mil metros quadrados, que antes estava quase abandonada e fica perto do Centro de Saúde do bairro, será a maior praça da sua região. Até o início do próximo ano a população terá à sua disposição um campo de futebol melhorado, com vestiários para as equipes, parquinho infantil implantado e Academia de Terceira Idade (ATI) a funcionar. Investimento em paisagismo e o plantio de grama também fazem parte do projeto.
Dessa forma, a população dos bairros ao seu redor ganha novo espaço de lazer, onde antes existia só um campo.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Tico consegue junto à Sanasa reformar a Praça Aldo Focesi, no Jardim São Pedro

 
 


A Praça de Esportes Aldo Focesi, no Jardim São Pedro, vai ganhar cara nova. Como fala o vereador Tico Costa: "Eu estive há pouco no local, acompanhado de técnicos da Sanasa e pessoal das ARs 8 e 9. Ficou acertado que dentro de no máximo 20 dias começam as obras para a construção de uma quadra de concreto poliesportiva oficial. Posteriormente será a vez do campo de futebol, que ganhará alambrado, pintura e recuperação da grama, além de uma arquibancada. Os vestiários atuais serão demolidos e dois novos construídos, além da criação de um espaço para o trio de arbitragem. E tem mais: um tanque de areia e brinquedos infantis também serão instalados. E há a possibilidade da construção de uma ponte sobre o córrego, unindo a Praça Aldo Focesi à área ao lado. Ou seja, em 2.015 o Jardim São Pedro e adjacências terá um espaço de lazer completo, graças à Sanasa, que irá bancar a obra. De minha parte, valeu o pedido de reforma que fiz ao presidente da empresa, Arly de Lara Romêo, que à frente do órgão tem se esforçado de criar condições maiores de lazer para a população".

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Comissão de Segurança Pública visita a 2ª Delegacia Seccional



A Comissão Permanente para os Assuntos de Segurança Pública da Câmara Municipal visitou hoje (segunda-feira, 1º de setembro) a 2ª Delegacia Seccional, no Jardim Londres. Com seis de meses de funcionamento completados no último dia 28, a unidade ainda tem a necessidade de contratação de pessoal e a instalação de três delegacias especializadas - Defesa da Mulher (DDM), Investigações sobre Entorpecentes (Dise) e Investigações Gerais (DIG) -, segundo o delegado responsável por ela, Joel Antônio dos Santos. Além disso, a expectativa é que a construção de uma sede definitiva para o órgão (a atual é alugada), além da mudança da Academia de Polícia Civil para o local, ocorram em 2.015.
A necessidade atual de pessoal para a 2ª Seccional é de 40 investigadores, 30 escrivães e 10 delegados. Hoje, de acordo com dados do Departamento de Polícia Judiciária (Deinter-2), a unidade tem 69 policiais civis: 12 delegados, 10 escrivães, 7 investigadores, 14 agentes de telecomunicações, 2 carcereiros e 24 agentes policiais. Desde 28 de fevereiro deste ano já passaram pelo órgão cerca de 600 autos de prisão e flagrantes, 850 prisões e 4.450 ocorrências registradas. Isso fez com que houvesse uma retirada de ações do 1º Distrito Policial, no Centro, com um aumento de agilidade nos trâmites burocráticos e menos tempos de registro de ocorrência, devolvendo viaturas da PM mais cedo às ruas para o patrulhamento ostensivo.
Mas há problemas. Segundo o delegado Joel dos Santos, hoje existem cerca de 500 inquéritos na 2ª Seccional para cada escrivão. “É difícil um único funcionário dar conta desse montante. Logo, nossa maior necessidade é suprir essa realidade”. Há um concurso em aberto e os atuais profissionais que serão chamados fazem parte dos aprovados em 2.011, ou seja, a morosidade impacta negativamente no processo. Outra saída pode estar num projeto em andamento que transformará carcereiros (cuja função deixou de existir no Estado) em escrivães.
NOVO LOCAL
Para o delegado da 2ª Seccional, com a solução da contratação de pessoal, o que ele espera para o próximo ano, possibilitará a criação das três delegacias necessárias – DDM, DIG e Dise. Contudo, o atual prédio, que é alugado, ainda seria empecilho para o funcionamento perfeito da unidade e das novas especializadas. “Hoje já encontramos problemas de espaço interno, adaptado, e até no nosso pátio. O ideal seria a construção de uma sede de acordo com nossas necessidades”, diz Joel dos Santos. No total, 11 locais já foram visitados nos eixos das avenidas Rui Rodrigues e Amoreiras. O ideal é que a área escolhida tivesse 4 mil metros quadrados.
É nessa fase que a Comissão Permanente para os Assuntos de Segurança Pública entrará em apoio. Ficou decidido que ela encaminhará ao prefeito Jonas Donizette (PSB) um requerimento de informações sobre imóveis abandonados no município e que poderiam, por conta da lei que existe e pode trazer à Administração Pública esses locais, servir à 2ª Seccional. “Nossa visita foi para colocar a Câmara à disposição da Polícia Civil para resolver os problemas pendentes e unir forças. Vamos nos esforçar para que em 2.015 haja outra realidade, com pessoal suficiente e a nova delegacia em construção”, afirmou o vereador Tico Costa (SDD), que preside a Comissão. Junto com o Tico estiveram no encontro os vereadores Carlão do PT e André von Zuben (PPS).
Fotos: Assessoria de Imprensa do vereador André von Zuben